Oneração de áreas garimpeiras de Apiacás em debate

Ouro 12-05-17Este ano já é a segunda palestra em Apiacás envolvendo a importância do cooperativismo na produção de minerais, principalmente o ouro.

A primeira palestra se deu dia 04 de abril aonde veio o representante da Cooperativa de Peixoto de Azevedo “COOGAVEPE”, e agora dia 2 de Maio veio o geólogo Antonio João do DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral), e Darcy Winter presidente da Cooperativa de Alta Floresta (COOPERALFA).

Para essas palestras o prefeito de Apiacás Adalto Zago e vereadores tem se empenhados para se tornar claro aos profissionais do garimpo de ouro de Apiacás como devem operar seus negócios objetivando sucesso econômico e respeitando o meio ambiente. Na produção de qualquer bem sempre a direitos e deveres aos participantes.

A Constituição Federal e Leis próprias ditam regras para os trabalhadores de atividade de garimpagem.

Ficou claro nas palestras que trabalhar legalmente é muito melhor do que na clandestinidade.

Darcy da Cooperativa de Alta Floresta colocou a disposição para dar suporte, apoio aos garimpeiros de Apiacás. O 1º passo é a filiação à cooperativa.

O Geólogo Antonio João também mencionou a Cooperativa da Vila Mutum (COOGAP) que havendo interesse dos garimpeiros dá para atualizar sua documentação.

Essas duas Cooperativas (Cooperalfa/Coogap) detém “possui” várias áreas do subsolo para serem exploradas com a garimpagem.

Também ficou claro, que os fazendeiros ainda não estão aderindo à exploração do ouro, às vezes, até por falta de esclarecimentos.

Mas ultimamente, já tem fazendeiros procurando as cooperativas, porque sabem que podem levantar uma grana rápida e fazer as melhorias em seu imóvel, etc.

Há casos em que se o proprietário não der autorização para explorar o subsolo, o Poder Judiciário (Juiz) autoriza a exploração do ouro, afirmou o geólogo Antônio João/ Darcy Winter.

Foi colocada a palavra livre para quem quisesse expor suas ideias. E, houve pessoas tirando suas dúvidas.

O Senhor Francisco Pinto dos Santos, que tem ensino superior na área de administração de empresas, com as palestras e percebendo as dificuldades das pessoas em se organizarem “filiar às cooperativas e manter filiados/ter conhecimento amplo dos seus direitos e deveres na cooperativa” colocou seu nome à disposição dos interessados “garimpos de Apiacás /empresários”, em prestar serviços administrativos para viabilizar atividades no município de Apiacás, quer através de Cooperalfa ou pela Coogap da Vila Mutum. O senhor Francisco com sua experiência administrativa em entidades/empresarial/jornalística, aguarda proposta dos interessados em sua prestação de serviços, inclusive do prefeito municipal, até porque, com a atividade garimpeira bem estruturada no município a arrecadação de tributos será bem maior. Toda atividade produtiva demanda gastos principalmente com a parte documental/administrativa.

O Prefeito Adalto Zago encerrou a reunião dizendo que, o que depender da parte da Prefeitura para dialogar com as instâncias superiores governamental, (Órgãos representativos da atividade garimpeira), para resolver problemas que ficam impedindo o avanço do trabalho do cooperativismo, ele vai correr atrás.

Segue Galeria de Imagens:

 

Comentários

Deixe uma resposta