Quem Somos

DSC06621Bel. Francisco Pinto dos Santos. Natural de Paulistas-MG. Cursei Técnico em Contabilidade, nos anos 70 em Rondon-Pr., e  Faculdade de Administração de Empresas, conclusão do curso dezembro de 1984, em Umuarama-Pr.

Primeira experiência com Jornal: Participei do concurso de repórter amador promovido pelo Jornal Panorama  de Londrina, em maio de 1975. Fui classificado em 21º primeiro lugar, no concurso que durou 30 dias e considerava até o vigésimo quinto lugar. Participaram mais de uma centena de repórter amadores de mais de 80 municípios paranaenses. Esse concurso teve a 2ª etapa de 15 dias. Fui classificado em 3º lugar, entre os participantes.

Comecei então fazer o 1º Jornal – ” Leão Informativo” – do Lions Clube de Rondon-Pr., em abril de 1978. Depois fui transferido pela Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná) para Cruzeiro do Oeste-Pr. , lá fiz o informativo do Lions de Cruzeiro do Oeste. Último exemplar setembro de 1983. Soma-se um experiência de  5 anos fazendo Jornal do Lions. Houve período de interrupção, afinal, era um informativo sem fins lucrativos.

Em abril de 1985, mudei para Apiacás-MT. E instalei o Supermercado Apiacás. Depois de alguns anos, interrompi à atividade comercial de mercado, motivo: queda do garimpo e eu tinha o hábito de investir  fora do normal em construção civil. Com estoque baixo e sem Clientela (garimpeiros) passei a me dedicar além do normal à Entidades sem fins lucrativos (Implantar a Associação Comercial e Industrial de Apiacás, e o Lions Clube de Apiacás… . Digo implantar a Associação Comercial, porque a Entidade estava na época com um ano  de vida, mas já podia considerar uma Entidade morta. Em dois anos como presidente houve uma grande revolução de crescimento na Entidade. O Lions (Clube de Serviço) até hoje eu tenho sido um dos pivôres para manter o Clube Organizado e em atividade.

Após mercado, trabalhei com atividade madeireira dois anos. Parei, porque eu não tinha capital de giro, e não quis dispor de imóvel para tal fim.

Em dezembro de 1997, em Apiacás-MT, comecei a editar O Jornal O Porto Cachoeira Rasteira, com o apoio do ex- prefeito Vaner Mechi(in memoriun).

Esse nome, na época, refere-se ao Porto Fluvial previsto ser construído no Rio Teles Pires. Esse Projeto do Porto no Nortão do Mato Grosso continua sendo assunto em pauta pelos Políticos e Lideranças do Nortão. Objetivo: Instalar a Hidrovia Teles Pires /Tapajós. Melhorar a logística para o escoamento da produção do Nortão do Mato Grosso. Alcançar o Oceano Atlântico , via o Porto de Santarém no Pará.

Esse Jornal, ainda prevalece o sentido comunitário, em função da distribuição gratuita que acontece para muitos moradores de Apiacás, objetivando o incentivo à leitura. Mas considero um jornal de boa aceitação no município, considerando o nº de assinantes do Jornal e as empresas que anunciam com frequência nessa mídia escrita. Também já realizei Enquetes no município sobre o jornal e o conceito que predominou foi de bom e ótimo.

Em fevereiro de 2013, implantei o SITE do Jornal, com o apoio técnico do Sérgio Machado, atualmente morando em João Pessoa  – PB.

Registros no Ministério do Trabalho e Emprego “MTE”: Francisco Pinto dos Santos – jornalista, Registro Nº 0002163/MT. Lei 972, de 17 de outubro de 1969 e Decreto Nº 83.284, de 13 de março de 1979.

Diretor de empresa jornalística Nº 0000016/MT. Lei 972, de 17 de outubro de 1969 e Decreto Nº 83.284, de 13 de março de 1979.

Sou casado pela 2ª vez (na igreja) com a bonita mulher, Zélia Caetano da Silva. Zélia perdeu seu  marido em outubro de 2004, vítima de cirrose hepática( devido à hepatite B). Zélia tem dois queridos filhos Flávio e Gustavo. Meu primeiro casamento no cível/Igreja católica, durou 25 anos com a linda Francisca Fernandes dos Santos, a qual, foi vítima do câncer de mana e veio a falecer em fevereiro de 2003. Desse 1º casamento tenho dois filhos estimados Rodrigo e Rafael.