21 de abril de 2021

Saiba como identificar as vacas leiteiras que devem ser descartadas na propriedade

Como identificar o momento certo de descartar as vacas leiteiras, especialmente nas pequenas propriedades? Essa é a resposta que uma ferramenta desenvolvida pela equipe do Senar Mato Grosso tem levado aos produtores que participam do programa de Assistência Técnica e Gerencial. A planilha reúne ao todo 18 parâmetros que devem ser observados: produtividade diária, intervalo entre partos, duração da lactação, repetição de cio, retorno do cio pós-parto, padrão racial, temperamento, problemas de casco, idade do animal, número de partos, habilidade materna, número de abortos-natimortos, conformidade do úbere, ocorrência de mastite, número de tetos, escore corporal, peso do bezerro recém-nascido e tamanho do teto. As respostas para cada um destes ítens vão indicar uma pontuação final (automaticamente gerada pela planilha). Diante deste resultado, o animal será classificado como “ideal, bom ou regular”.

Coordenador da Assistência Técnica e Gerencial do Senar-MT (ATeG), Armando Urenha explica que é importante que pelo menos 20% do rebanho tenha alcançado classificação “ideal” e, no máximo, 20% a “regular”. A partir daí, o produtor pode ter base para tomar decisões sobre eventuais descartes ou melhorias no plantel. Urenha enfatiza que os resultados apontam apenas uma “sugestão técnica” de descarte, mas que a decisão sobre a ação cabe ao produtor.

Desde que a ferramenta começou a ser utilizada no campo, durante as visitas dos técnicos do Senar-MT aos produtores assistidos, o rebanho de pouco mais de 80 propriedades foi “analisado”. Cerca de 37% dos animais foram classificados como “regular”.

Fonte: www.canalrural.com.br (26/03/2021).

Comentários