“Somos muito mais servos do que funcionários”, lembra dom Peruzzo aos novos bispos

CNBB 29-07-15Os treze novos bispos nomeados pelo papa Francisco entre agosto de 2014 e maio de 2015 participam de encontro na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília (DF). A 26ª edição do evento ocorre de 10 a 14 de agosto.

Os novos bispos já conheceram a nunciatura apostólica e ouviram a palestra do ecônomo da CNBB, monsenhor Nereudo Freire, sobre a administração financeira da diocese.

Nesta terça-feira, o arcebispo de Curitiba (PR) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética da CNBB, dom José Antônio Peruzzo,apresentou a missão do bispo. “Falar sobre a missão dos bispos é como falar sobre a missão do pai, da mãe, por mais que se fale, não se terá dito tudo. Mas tentamos vislumbrar quem somos, chamados e enviados nessa condição de bispo. Ver que somos muito mais servos do que funcionários, que a Igreja não é apenas uma organização, mas é muito mais um mistério, uma verdade a ser vivida e experimentada e juntos, como família e Igreja, deixarmo-nos ensinar por quem nos encaminha e nos leva ao Pai, Jesus Cristo”, disse.

Baseado nas experiências bíblicas, dom Peruzzo traçou uma correlação entre os apóstolos da Igreja nos primeiros dias e os bispos atualmente. “Paulo foi menos um chefe e muito mais um evangelizador, menos um organizador e muito mais alguém que anunciou e promoveu a unidade entre pessoas, e assim foi também com os outros apóstolos. É preciso lembrar que, como bispos, somos hoje o que foram os apóstolos ontem para a Igreja dos primeiros dias, para que que possamos vislumbrar muito mais nossa condição de servos do que de coordenadores institucionais de uma grande organização”, explicou.

Programação

Na quarta-feira, o bispo auxiliar de São Paulo (SP), dom Sérgio de Deus, falará aos participantes sobre Direito Canônico. Pela tarde, os bispos visitarão o Congresso Nacional e a arquidiocese de Brasília (DF), onde se encontrarão com o arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, dom Sergio da Rocha.

O bispo auxiliar de São Paulo (SP), dom Edmar Peron, falará sobre a Liturgia, na quinta, 13. Em seguida, os participantes ouvirão o bispo de Parnaíba (PI), dom Alfredo Schaffler, sobre a solidariedade e partilha na Igreja e Brasil. Ainda no dia 13, o bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da Conferência, dom Leonardo Steiner, tratará das perspectivas das Diretrizes Gerais da Igreja no Brasil (DGAE), atualizadas na última Assembleia Geral, em abril.

Os bispos visitarão ainda alguns organismos, como as Pontifícias Obras Missionárias (POM), o Centro Cultural Missionário (CCM) e a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB).

Fonte: cnbb.org.br (11-08-15)

Comentários

Deixe uma resposta