Conhecer o inimigo “demônio” para aprendermos a nos defender melhor!

Demônio-anjo caido 06-05-16O que diz a Bíblia?

Demônio – Satanás Dicionário da Barsa 03-05-16

Demoníaco. Próprio do demônio (q.v.) inclusive uma pessoa humana que pode ser possuída e controlada pelo demônio.

Demônio. Nome aplicado a todos os espíritos maus, especialmente a Satanás ou Diabo. Os demônios como os anjos não têm corpo, mas, às vezes, podem tomar um corpo ou a forma dum animal, por ex. a forma de serpente ou de bodes selvagens  que vivem no desertos (Gen 3,13-15; Is 34,14). As pessoas podem ser possuídas pelos demônios que as controla e as obriga a atos de loucura e a fazer coisas prejudiciais a si mesmas. Os demônios procuram atrair os homens ao pecado e se opôem ao trabalho de Cristo que, pela Redenção, os libertou da escravidão do demônio (Mc 5,1-17; 9,16-26). Satan ou Lúcifer é o chefe dos demônios. Como espíritos não ocupam lugar, mas crenças antigas a eles se referem como vivendo em grupo e em lugares desertos (Mt 4,1; Lc 11,26). Cf. Beelzebú; Satã, Satanás.

Demônios, Diabo. 1. Nomes dados aos anjos que pecaram antes da criação de Adão e foram condenados ao inferno. Estes anjos, depois do pecado, não mudaram de natureza mas conservaram a inteligência e poder naturais que passaram a empregar a serviço do mal. É doutrina comum que pecaram por orgulho. Suarez ensina que o pecado deles consistiu na recusa de adorar o Verbo Encarnado, quando Deus lhes revelou a Encarnação.

Todos os deuses dos gentios eram demônios. Os pagãos ofereciam-lhes sacrifícios, até mesmo imolando os próprios filhos (Sl 105,37; Bar 4,7);

A Bíblia proibia todos os sacrifícios e qualquer culto prestado aos ídolos (Lev 19,4), mas de modo muito mais enérgico os sacrifícios humanos (Lev 18,21). Nosso Senhor Jesus Cristo expulsou os demônios de pessoas possessas (Mt 8,16.31; 9,33; 17,17; Lc 4,35; 8,2.28; 9,43; 13,11). Eles obedeciam aos discípulos (Lc 10,17; At 5,16; 8,7; 16,18). Reconheceram a Cristo (Mt 8,29; Mc 3,11; 5,7; Lc 4,33.41; 8,28; At 19,15). Mais recentemente, as diversas formas de espiritismo renovaram o culto pagão (embora disfarçado) ao demônio.

  1. Nomes dados aos chefes dos anjos maus, que é também chamado “Satã” (o adversário). O pecado entrou no mundo por causa de sua inveja (Sab 2, 24). Procura sempre perder os homens (Gen 3,1; 2 Par 18,21; Jó 1,11; Zac 3,1; Mt 8,28; Lc 8,12; Ef 6,11; Apc 2,10; 12,9). Tentou a Jesus (Mt 4), transformou-se em anjo da luz para enganar os homens (2 cor 11,14). Mas só pode agir quando Deus permite (3 Rs 22,22; Jó 1,12; 2,6; Mt 8,31; 2 Tim 2,26; Apc 20,7). É o pai da mentira e o príncipe do mundo e de todos os maus (Jó 8,44; 12,31; 14,30; 16,11; At 13,10; 2 cor 4,4; Ef 2,2; 1 Jo 3,10). Seu império foi destruído por Cristo (Mt 8,16; Lc 10,18; 11,22; Col 1,13; 2 Tim 1,10; Hebr 2,14).

Exorcismo.  Ato formal ou cerimônia de expulsar o demônio de uma pessoa que está possessa. No Novo Testamento há muitos exemplos de exorcismo feitos por Cristo, alguns dos quais ocasionaram oposição por parte de seus inimigos (Mt 12,22-30). Alguns presumiram expulsar demônios em nome de Cristo (Mc 9,37). Os filhos de Sceva quando tentaram expulsar demônios em nomes de Cristo foram maltratados pelos possessos (At 19,16).

Comentários

Deixe uma resposta