Conheça 8 segredos para fazer a batata frita caseira perfeita

batataBatata frita feita em casa nunca é igual a das lanchonetes. Afinal, qual o grande segredo para elas ficarem crocantes por fora e macias por dentro, nem encharcadas, nem molengas? Como tudo na cozinha tem o seu segredinho, as batatas fritas não são exceções à regra.

A seguir, postamos sete dicas, dadas pelo Renato Consollaro, chef e sócio do food truck Quitinete na Rua, ao UOL, para você conseguir reproduzir em casa as batatas fritas perfeitas de qualquer lanchonete.

1. Escolha da batata

Nem toda batata é boa para fritar. A melhor, segundo o chef, é a do tipo Asterix, aquela com a casca roxinha, por ter menos amido, o que deixa o petisco molenga.

2. Como cortar

Batata pode ser frita com casca e ainda dá um aspecto mais rústico ao petisco, além de deixá-la mais crocante. Lave todas as batatas previamente, com bucha para limpar legumes, e sem detergente. Depois, corte em palitos não muito finos.

3. Retirar o amido

Como dito anteriormente, o amido deixa a batata mole. Para retirar o excesso, deixe as batatas cortadas de molho na água por alguns minutos (cinco já está bom), trocando a água pelo menos três vezes. No final, seque as batatas com um pano limpo.

4. O óleo

A quantidade de óleo deve ser suficiente para cobrir todas as batatas. Dentre os melhores tipos são óleo de canola, soja, girassol ou gordura vegetal.

5. Primeira fritura

Com uma temperatura de cerca de 160 °C, frite as batatas pela primeira vez. Tome cuidado para não colocar muitas de uma vez e esfriar o óleo. Essa primeira fritura vai mais cozinhá-las do que fritá-las. Para quem não tem termômetro, vai a dica: jogue uma batata no óleo; quando ela boiar e o óleo começar a borbulhar em volta dela, está na temperatura correta. Retire a batata, jogue as outras e frite-as de 7 a 10 minutos. Retire as batatas e escorra em papel absorvente para retirar o excesso de óleo.

6. Refrigeração

Após as batatas esfriarem, coloque-as em sacos plásticos e refrigere-as na geladeira por meia hora ou congele-as. Elas duram três meses no freezer.

7. A segunda fritura

Esta segunda fritura deve ser feita a 190 °C. Sabrina Salvino, cozinheira da equipe do Quitinete na Rua, conta o segredo para quem não tem um termômetro: colocar um palito de fósforo no óleo – quanto ele acender, está na hora. Frite as batatas frias ou congeladas por cerca de 1 minuto. Retire e escorra, tal como da primeira vez. Entre uma fritura e outra, espere o óleo voltar à temperatura, para que ela não encharque.

8. Tempero

Uma dica de tempero do chef é usar 100 gramas de sal fino, 25 gramas de alecrim, 25 gramas de tomilho e mais 25 gramas de pimenta-do-reino moída na hora, para dar um toque especial às batatas.

Fonte: www.msn.com.br

Comentários

Deixe uma resposta