04 de julho de 2020

Pagamento de auxílio emergencial gera aglomerações em filas de bancos em Sinop e Sorriso

Centenas de trabalhadores informais amanheceram numa fila que dobrou o quarteirão de uma agência da Caixa Econômica Federal, na avenida Porto Alegre e seguiu até a prefeitura, na região central de Sorriso. Na frente da unidade, foi colocado uma tenda com cadeiras para acomodar os beneficiários que tentam sacar auxílio emergencial do governo Federal, mas não existem espaços suficientes para todos. Uma guarnição da Polícia Militar está ajudando na organização e garantido que não ocorra confusão. Em Sinop, também há enormes filas nas unidades da avenida Júlio Campos e Sibipirunas na expectativa de sacar o dinheiro.

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, as filas nas agências do banco ocorrem porque os beneficiários do Bolsa Família e os informais sem conta demandam atendimento pessoal. No próximo sábado,  1,4 mil agências vão abrir para realização do saque do auxílio emergencial, serão 498 a mais que no último sábado, quando 902 atenderam a população.

O banco federal antecipou em duas horas a abertura de todas as agências do país para agilizar o atendimento e evitar grandes filas e aglomeração de pessoas aptas a receber o auxílio emergencial de R$ 600. As unidades funcionam das 8h às 14h. Desde o dia 22 do mês passado, mais de 1,1 mil agências já vinham funcionando nesse horário.

O banco também anunciou, a partir de hoje, um reforço no número de vigilantes nas agências. São mais 2,8 mil que se juntaram aos 2 mil que já estavam atuando. Além deles, outras 389 recepcionistas reforçam a orientação e atendimento ao público.

Fonte: Só Noticias (04-05-20).

Comentários