16 de janeiro de 2022

Imea: ritmo de venda do algodão está abaixo da média histórica para o período em MT

O Brasil deve produzir 2,522 milhões de toneladas de algodão em pluma nesta safra, segundo a Conab. O volume, 16% menor que o do último ciclo, é resultado da queda da área destinada às lavouras (-13%) associada à expectativa de uma produtividade média mais enxuta, 3,3% inferior ao da temporada passada.
Em Mato Grosso, que é responsável por 70% do algodão produzido no país, o atraso do plantio mantém o risco de que a previsão de queda possa ficar ainda maior. Apenas 30% das lavouras foram semeadas dentro da janela considerada ideal, que terminou em janeiro. Diante da incerteza quanto ao desempenho da safra, muitos agricultores estão cautelosos na hora de negociar a pluma. De acordo com o Imea, pouco mais de 58,5% da produção esperada foram comercializados até agora. Bem menos que os 74% que já estavam vendidos nesta mesma época do ano passado e inferior também à média histórica para o período, que passa de 62%
O ritmo das vendas da pluma colhida no ano passado também está mais lento. Chegou a 90% da produção total, contra os 93% na média das últimas cinco safras. Segundo o Imea, com os agricultores segurando a pouca produção ainda disponível no estado, os preços ofertados da pluma ficaram acima de R$ 133,00 por arroba em janeiro.
Fonte:  www.canalrural.com.br (15/02/2021).

Comentários