21 de abril de 2021

Hospital Regional de Alta Floresta e mais dois hospitais em MT não têm vaga nem em enfermaria

Três hospitais de Mato Grosso chegaram ao colapso total por causa do aumento da demanda na 2ª onda da covid-19 e não têm leitos nem mesmo para enfermaria, que são para os casos menos graves. Nesta sexta-feira (2), de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES) foram registradas 83 mortes nas últimas 24 horas.

A situação da covid-19 no estado se tornou caótica no começo de março. Desde então, além da falta de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), as enfermarias passaram a também ficar lotadas, o que não aconteceu na 1ª onda do novo coronavírus. Além das 83 mortes, foram registrados 1.034 novos casos da doença.

Estão com as enfermarias e UTIs lotadas os hospitais Vale do Guaporé, em Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá); São Lucas, em Lucas do Rio Verde (354 km ao norte); e o Hospital Regional de Alta Floresta (803 km ao norte).

Outros 9 hospitais já estão com as enfermarias com lotação acima de 70%. Já entre as unidades que têm UTI, 16 não possuem mais vagas. Nesta sexta-feira, restam apenas 16 vagas em UTIs covid-19 para adultos, porém, a fila de espera está próxima de 200 pessoas.

Com a atualização dos dados pela SES, Mato Grosso chegou à marca de 7.849 óbitos em decorrência da doença, com 313.709 pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus. Cuiabá continua liderando o ranking estadual, com 313.709 casos.

Fonte: www.nativanews.com.br (03/04/2021).

Comentários