Municípios serão beneficiados com mais de cinco mil ligações do Programa Luz para Todos

Publicado em: 30 de janeiro de 2019

Fonte:Agência de Notícias da AMM

Até dezembro de 2019 devem ser realizadas mais 5.308 ligações de energia elétrica em 60 municípios mato-grossenses, por meio do Programa Luz para Todos que tem o objetivo de atender localidades rurais. Grande parte das cidades contempladas estão situadas nas regiões Norte e Noroeste de Mato Grosso, onde foi identificada uma maior demanda. O quantitativo foi aprovado este mês pelo Comitê Gestor que define os investimentos do programa no estado. A previsão é que as obras de extensão de rede elétrica, orçadas em R$ 170 milhões, sejam executadas a partir de abril pela concessionária de energia de Mato Grosso. Os recursos são provenientes do ministério de Minas e Energia que coordena as ações do programa no país.

Mais de três mil, das cinco mil ligações, foram aprovadas por indicação da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM, que integra o Comitê Gestor do Luz para Todos. Equipe técnica da instituição levantou as demandas em visitas aos municípios e orientou os produtores rurais sobre os procedimentos para acessar o programa e solicitar as ligações à concessionária de energia Energisa. A partir da solicitação dos produtores, a empresa viabiliza que uma empreiteira credenciada vá ao município e elabore o projeto que chega ao Comitê Gestor para aprovação.

O presidente da AMM, Neurilan Fraga, disse que a carência de energia elétrica ainda é grande em Mato Grosso que tem parcela significativa de sua economia baseada em atividades desenvolvidas nas áreas rurais. “Frequentemente recebemos demandas dos prefeitos e encaminhamos a equipe técnica aos municípios para orientar os produtores nos assentamentos sobre o funcionamento  do Luz para Todos e as vias de acesso ao programa”, assinalou.

Fraga é um dos membros do Comitê Gestor e defende a universalização da energia elétrica nos municípios. “Em Mato Grosso existem milhares de propriedades sem energia elétrica e isso é preocupante, pois além de ser importante para fortalecer a economia, a energia também é  fundamental para a qualidade de vida da população, propiciando acesso à saúde, educação e segurança”, assinalou, acrescentando que a meta é gerar energia para milhares de pessoas, principalmente pequenos produtores.

Nos anos de 2017 e 2018, o comitê gestor do Programa aprovou mais de dez mil ligações que estão sendo realizadas em três etapas e resultarão em um investimento de cerca de R$ 260 milhões. Mais de quatro mil obras já foram executadas, beneficiando 66 municípios mato-grossenses com a implantação do sistema de energia. De acordo com o cronograma do termo de compromisso assinado entre a concessionária Energisa e a Eletrobrás, até o final de 2019 devem ser realizadas 17.794 ligações.

Além de orientar os produtores, a AMM realiza outras ações para auxiliar os prefeitos.  Em 2018 a instituição orientou os gestores sobre a redução das contas de energia elétrica das administrações municipais por meio da verificação das unidades consumidoras do poder público municipal que estão em funcionamento.

Levantamento realizado pela AMM em parceria com a Associação dos Municípios do Araguaia – AMA em 10 cidades apontou que as prefeituras, juntas, podem economizar até R$ 158 mil por ano com as faturas de energia. Projeção realizada indica que a economia nos quatro anos de gestão nesses 10 municípios pode chegar a R$ 635 mil.

Os dados foram levantados a partir de uma pesquisa detalhada realizada pela equipe técnica que fez um trabalho in loco nas 10 cidades para fazer a conferência das unidades consumidoras das prefeituras. Esse trabalho apontou que muitos prédios públicos, como escolas e postos de saúde, estavam desativados, porém continuavam pagando à concessionária de energia a tarifa mínima que varia de R$35 a R$ 90.

Comentários

Deixe uma resposta