AMM e Seduc vão firmar parceria para reforma de escolas

amm e seduc 06-03-17 Fonte:Agência de Notícias da AMM – 03 de março de 2017

A Associação Mato-grossense dos Municípios e a Secretaria de Estado de Educação vão firmar um convênio que visa a elaboração de projetos de reforma e ampliação de escolas da rede estadual de ensino em municípios de todas as regiões.

O secretário adjunto de Obras e Estrutura Escolar, Allan Porto, explicou que a demanda é muito grande, pois o estado tem 759 escolas, entre elas algumas necessitando de reforma e ampliação. Ele frisou que a ideia inicial é trabalhar com uma carteira de 49 projetos, contando com o trabalho da Central de Projetos da AMM na elaboração dos projetos básicos, executivos e complementares.

Porto adiantou que a Seduc deverá repassar recursos para AMM para a contratação dos  profissionais, que darão suporte na elaboração dos projetos.  “Algumas escolas estão há mais de dez  anos sem receber uma reforma na sua estrutura  hidráulica, elétrica, cobertura e combate a incêndios. Muitas escolas ainda estão com obras paralisadas, pois teremos que fazer adequações nos projetos”, alertou.

Os municípios foram divididos em 14 regiões para receber os projetos de reforma e ampliação das escolas estaduais. Allan disse, ainda, que serão 14 lotes para serem licitados por empresas construtoras. A meta, segundo ele, é fazer as reformas atendendo a padronização de fachadas cores, além de outros itens.   

O presidente da AMM, Neurilan Fraga, informou que antes foi feita uma reunião com o secretário Marcos Marrafon para tratar do assunto e o encaminhamento da demanda prossegue com o secretário adjunto responsável pela reforma, construção e ampliação das escolas. Ele frisou que o convênio prevê o repasse de recursos para a entidade que ficará encarregada pela elaboração dos projetos. “Isso é de extrema importância porque são escolas localizadas em diversos municípios e precisam urgentemente passar por essas reformas para atender os alunos com qualidade”, observou.

Neurilan disse ainda que após a formalização do convênio será definido o número de profissionais que a AMM deverá contratar para dar o suporte à Seduc. Através da Central de Projetos, o trabalho será executado com qualidade e prazo definido. O convênio visa também uma capacitação envolvendo os profissionais para alinhar todos os pontos. A AMM vai formar a equipe por meio de processo seletivo e apontar os custos para a contratação.

Neurilan assinalou que o essencial é fazer tudo dentro do padrão técnico exigido. Ele completou que existem vários projetos já encaminhados com a Secretaria de Cidades, pois não há estrutura na Secid para fazer todo o trabalho. O secretário Wilson Santos definirá uma equipe, pois são muitos projetos em andamento para os municípios.

 

Comentários

Deixe uma resposta