Agricultura urbana é praticada em Apiacás com o apoio da secretaria de agricultura

Horta urbana 01-12-14Praticada em pequenas áreas disponíveis dentro das cidades, a agricultura urbana recebe apoio de adeptos de uma vida mais saudável e sustentável. Quintais, terrenos e até canteiros podem ser utilizados para o plantio de espécies que não exigem muito espaço, em geral, hortaliças e frutas. Destinam-se ao consumo próprio de quem planta ou para a venda em pequena escala. O lucro não é o mais importante para quem cultiva na cidade. Vale o contato com a terra e o prazer de tirar o alimento de lugares que nada produziriam se ficassem intocados.

De acordo com o Sr. Marcelo Soares de Oliveira, secretário de agricultura, nessas áreas já tem uma produção considerável como alface, couve, cheiro verde, berinjela, jiló, tomates e varias espécies de plantas medicinais, condimentares e também fruteiras como o mamão, abacaxi, maracujá e a banana, e lembrando na criação de galinhas para a produção de ovos e carne. “Criar essa oportunidade dentro da cidade com orientação e assistência técnica  e de fundamental importância para melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, pois essas iniciativas além de garantir uma alimentação saudável, balanceada e diversificada para esses agricultores urbanos, da para se aproveitar o lixo orgânico produzido em seus lares para a fabricação de compostos orgânicos, além de ser uma ferramenta para inclusão social”. Ressalta o secretário.

Assessoria de imprensa Driely Melo (01-12-14).

Comentários

Deixe uma resposta