05 de dezembro de 2021

Ativista assume vaga na ALMT e faz defesa de Jair Bolsonaro

O ativista Gilberto Cattani, que assumiu a vaga de deputado Sílvio Fávero, morto pela Covid-19

O agricultor e ativista Gilberto Cattani (PSL) tomou posse, no fim da manhã desta quinta-feira (18), como deputado estadual.

Na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, ele passa a ocupar a vaga de Silvio Fávaro (PSL), que morreu de coronavírus, no dia 13 passado, em Cuiabá.

A cerimônia foi realizada com poucas pessoas, em razão das medidas restritivas para conter a pandemia.

Cattani assumiu depois de “brigar” pela vaga com o segundo suplente, o empresário Emílio Populo (PSL), dono da Viação Juína.

A Mesa Diretora da AL levou em conta parecer da Procuradoria-Geral da Casa, que deliberou pela posse do primeiro suplente.

Cattani é diplomado pelo TRE-MT como primeiro suplente do PSL.

Em um rápido discurso, o novo deputado defendeu o presidente Jair Bolsonaro e afirmou que se inspira politicamente nele.

“Quero dizer que na minha casa tem uma máscara do Bolsonaro e, para mim, serve de exemplo na política. Quando descobri que existia um homem que tinha devolvido R$ 200 mil porque eram imorais na sua campanha, descobri que poderia ter uma esperança na política”, completou.

Fonte: Diário de Cuiabá (18/03/2021).

Comentários